A escolha da melhor escola

Ao sairmos da maternidade, aquele cordão umbilical que cortamos na sala de parto, não é nada doloroso perto da decisão de colocar um filho(a) na escola pela primeira vez. Aí sim é cortado o cordão umbilical! E como dói!

 

Antes de escolher a escola, alguns critérios básicos devem ser observados. Abaixo algumas dicas para você elaborar sua avaliação nas instituições que pretende conhecer:

 

  1. Verificar se a escola é autorizada, se existe uma portaria no Diário Oficial. Toda escola autorizada e legalizada, deve ter isso à disposição dos pais.
     
  2. Visite a escola em horário normal de aula e observe como estão as crianças. Verifique se estão felizes, livres e em atividades (brincadeiras). Algumas escolas pedem agendamento, apenas por uma questão de segurança.
     
  3. Observe a higiene dos espaços, circulação de ar, claridade natural, se possui espaços ao ar livre e PRINCIPALMENTE se a escola é segura. Preste atenção se a escola tem escadas com grade de proteção e corrimão e se as janelas de andares superiores têm telas, se as tomadas são cobertas e os produtos de limpeza mantidos fora de alcance dos pequenos.
     
  4. A metodologia deve estar diretamente ligada ao comportamento da família e suas pretensões na educação dos filhos. Não escolha uma escola com metodologia mais libertadora, construtivista, se pretende que seu filho leia e escreva aos 6 anos e que siga o ensino fundamental numa escola tradicional. O contrário também vale, colocar seu filho numa escola que tem apostila e lição de casa desde os 3 anos, se a família tem uma intenção de maior valorização da infância. Caso essa avaliação não seja feita, certamente ocorrerão conflitos no decorrer do ano letivo.
     
  5. Pergunte como é o processo de adaptação das crianças e das famílias. A adaptação é um momento de extrema importância para ambos, crianças e família. Existe um apoio para as famílias? Qual o tempo de adaptação e como se processa? A adaptação deve existir e é um momento de se firmar vínculos e combinados.
     
  6. Pergunte sobre a formação da equipe. Toda escola, mesmo que berçário deve ter pedagogas como responsáveis pelas crianças. As auxiliares não há obrigatoriedade, mas é interessante que sejam da área de educação.

Esses são os quesitos básicos, porém há muitos outros fatores que precisam ser avaliados, como localização, horário de funcionamento, se há uma coordenação pedagógica ou direção tempo integral na escola, cursos extras curriculares e se o valor que a escola cobra, está dentro do orçamento da família.

Acredito que o diálogo franco e o esclarecimento das dúvidas é sempre o melhor caminho para a solução dos problemas.

Dica:

Faça uma planilha com o nome das escolas, os quesitos que achar importante e a cada visita preencha os dados para uma análise futura. Tenha tranquilidade e boa escolha.

Somos Mãeshttps://somosmaes.com.br/
A Somos Mães é uma ONG e uma empresa do setor 2,5 que nasceu em agosto de 2014. Com o objetivo de informar e acolher, produz conteúdo que impacta diariamente mais de 300 mil pessoas. Tem dois projetos incentivados pela Lei Rouanet.

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga nossas redes

220,991FãsCurtir
65,000SeguidoresSeguir
345InscritosInscrever
spot_img

Últimos posts

error: Content is protected !!