O bebê não quer mamar no peito, e agora?

Mamãe, não precisa se desesperar se isso estiver acontecendo com você, uma das coisas a se fazer é investigar. Observe o seu neném no dia a dia e veja como ele se comporta. Há uma série de fatores que podem causar essa recusa.

 

· O bebê não está conseguindo pegar o seio corretamente e, assim, não consegue sugar o leite. O médico pode te ajudar a posicionar ele melhor na hora de amamentá-lo;

 

· O pequeno pode estar sentindo uma dor na boca, devido a uma infecção ou afta;

 

· Pode ser uma reação do bebê a um grito de dor da mãe após ele morder o seio;

 

· O bebê pode estar passando por um quadro de otite, que é uma pressão no ouvido durante a amamentação. Procure um especialista para amenizar esse incômodo;

 

· Gripe também pode ser um motivo, já que fica mais difícil de respirar só pelo nariz;

 

· Distrações e interrupções;

 

· Alterações na rotina do bebê;

 

· Demora da mãe para atender a demanda de amamentação do bebê;

 

O que você deve fazer nessa situação?

 

Não desanime, mamãe, às vezes é só uma fase. Sempre tente amamentá-lo e esqueça completamente a ideia de que o bebê não gosta de você, isso gera mais frustrações.

 

Vá ao pediatra e converse com sobre essa situação, ele vai poder te orientar sobre o que fazer ou diagnosticar alguma alteração, como a própria otite. Mas também experimente outras posições ou dar de mamar para o bebê quando ele estiver adormecendo – algumas crianças se sentem mais confortáveis nesse momento.

 

Movimentar-se durante a amamentação pode ser uma boa dica, já que o bebê pode ficar incomodado enquanto fica parado. O lugar onde você está amamentando o seu filho faz muita diferença, procure lugares calmos e que você possa seguir com o processo sem interrupções.

 

E o mais importante disso tudo, mamãe, é cultivar o contato físico com o seu bebê. Pois é através desses momentos que ele se sentirá seguro, amado e sentirá o seu carinho.  

Somos Mãeshttps://somosmaes.com.br/
A Somos Mães é uma ONG e uma empresa do setor 2,5 que nasceu em agosto de 2014. Com o objetivo de informar e acolher, produz conteúdo que impacta diariamente mais de 300 mil pessoas. Tem dois projetos incentivados pela Lei Rouanet.

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga nossas redes

220,986FãsCurtir
65,000SeguidoresSeguir
345InscritosInscrever
spot_img

Últimos posts

error: Content is protected !!