test

Como prevenir pernas e pés inchados durante a gestação?

O corpo da mulher passa por inúmeras alterações durante a gestação e essas mudanças podem afetar a saúde da futura mamãe. Entre os problemas mais comuns está o inchaço das pernas e dos pés, que podem aumentar na reta final da gravidez e nos dias marcados por altas temperaturas.

Tudo começa com aquela sensação de peso nas pernas e logo aparece o inchaço que está associado ao aumento na quantidade de sangue e líquidos no organismo, afetando o sistema circulatório. Além disso, a gestante está mais predisposta à retenção de líquido.

“Com a proximidade do nascimento do bebê, o útero já está bem maior e comprime ainda mais a veia cava inferior, que é a responsável por transportar o sangue do abdômen, da pelve e dos membros inferiores para o átrio direito do coração. Com isso, a tendência é que o inchaço piore afetando pés e pernas”, explicou o Dr. Márcio Steinbruch, cirurgião vascular e membro da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular.

Além disso, o especialista também ressalta que as altas temperaturas podem afetar o funcionamento dos vasos linfáticos, que são responsáveis pela drenagem do excesso de líquido nos tecidos.

“Desde que o inchaço seja somente nos membros inferiores e que atinja da mesma forma os dois pés e as duas pernas, a gestante não precisa se preocupar. Agora, se apenas um dos membros aumenta de tamanho ou se após uma noite de descanso os membros não desincham é indicado procurar um especialista, pois pode ser um sinal de trombose ou hipertensão”, alertou o cirurgião vascular.

Infelizmente não é possível evitar o inchaço durante a gestação, mas a boa notícia é que pequenas mudanças de hábitos, especialmente durante o verão, podem ajudar a reduzir o inchaço nas pernas e pés. Confira abaixo as dicas do Dr. Márcio Steinbruch.

1- Aumente o consumo de líquidos: a hidratação, com água, água de coco e sucos naturais, é fundamental para desintoxicar e eliminar as toxinas, porque irá estimular a troca de líquidos no corpo; membros inferiores.

2- Pratique atividades físicas: reservar alguns minutos diários para fazer exercícios, como caminhadas, que fortalecerá a musculatura da panturrilha, melhorando de maneira considerável a circulação sanguínea pelo corpo. A hidroginástica também é uma boa opção. Porém, antes de iniciar qualquer atividade, consulte o seu obstetra.

3- Mantenha uma alimentação balanceada: optar por refeições equilibradas, com alimentos leves e ingestão de mais frutas e legumes, pode ajudar na eliminação de líquidos. Há opções diuréticas que também podem ser aliadas, como: kiwi, alface, melancia, melão, capim-cidreira, água de coco e pera;

4- Faça massagem ou drenagem linfática: elas contribuem com o retorno venoso e, assim, diminuir o inchaço;

5- Evite passar longos períodos na mesma posição: se você trabalha em pé ou sentado, intercale momentos a cada uma hora para dar alguns passos.

6 – Use roupas e sapatos confortáveis: evite peças e sapatos apertados e que limitem os movimentos. Faça a opção por tecidos leves, sem elásticos e soltinhos. Já os melhores sapatos são as rasteirinhas e chinelos. Salto alto deve ser evitado.

O especialista também indica que é preciso ficar atento após o parto e se o inchaço persistir depois de 30 dias, é fundamental procurar um especialista para investigar as causas desses desconfortos.

Sobre o especialista: Dr. Márcio Steinbruch – formado pela Universidade de São Paulo (USP), é médico com especialização em cirurgia vascular pelo Hospital das Clínicas da FMUSP, além disso, possui título de especialista pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular e é membro TITULAR da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Instagram: @livredevarizes

Facebook.com/marcio.steinbruch

Site: www.livredevarizes.com.br/

Participe do nosso Curso para Gestantes, turmas mensais. Acesse o link.

Somos Mãeshttps://somosmaes.com.br/
A Somos Mães é uma ONG e uma empresa do setor 2,5 que nasceu em agosto de 2014. Com o objetivo de informar e acolher, produz conteúdo que impacta diariamente mais de 300 mil pessoas. Tem dois projetos incentivados pela Lei Rouanet.

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga nossas redes

220,125FãsCurtir
65,000SeguidoresSeguir
345InscritosInscrever
spot_img

Últimos posts

error: Content is protected !!