Como a relação entre a criança e o pai influencia na personalidade do pequeno?

Segundo estudos recentes, a rejeição do pai tem um impacto muito forte na vida da criança. Geralmente, o homem tem uma figura muito forte dentro de um lar, assim como a mãe. E quando acontece a situação da rejeição, a criança se sente menos amparada e querida.

 

Além disso, a rejeição paterna ativa a mesma parte do cérebro que entra em estado de alerta quando a criança se machuca fisicamente. Só que a dor psicológica causada pela rejeição pode ser vivida e resgatada durante anos da vida da criança e em sua fase adulta também, e isso pode acarretar em um comportamento mais agressivo, hostil e inseguro no pequeno.

 

A figura paterna tem a função, junto com a mãe, de impor limites nas ações do filho. Há estudos que indicam que a incidência de sobrepeso e obesidade em crianças pode estar ligada a ausência paterna. Outro fator importante, é que a menina que tem um convívio saudável com o pai e a mãe tem tendência a ter a primeira menstruação e entrar na puberdade mais tarde.

 

Carinho e afeto são dois ingredientes importantíssimos para o desenvolvimento saudável da criança. Por isso, a ausência do pai pode sim afetar e acarretar no desenvolvimento de muitos transtornos na fase infantil e adulta.

Somos Mãeshttps://somosmaes.com.br/
A Somos Mães é uma ONG e uma empresa do setor 2,5 que nasceu em agosto de 2014. Com o objetivo de informar e acolher, produz conteúdo que impacta diariamente mais de 300 mil pessoas. Tem dois projetos incentivados pela Lei Rouanet.

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga nossas redes

220,986FãsCurtir
65,000SeguidoresSeguir
345InscritosInscrever
spot_img

Últimos posts

error: Content is protected !!