Como estimular o desenvolvimento do meu bebê?

Aconteceu no dia 07 de abril, na escola infantil Baby Home, a 2ª turma do Curso de Desenvolvimento Infantil voltado para bebês de 6 a 12 meses (veja aqui como foi a 1ª turma).
 
 
O curso começou com a palestra da fonoaudióloga Haydée Zamperlini, que falou sobre o desenvolvimento da fala e de como a rotina pode ser um valioso estímulo. Haydée orientou os participantes (mães e pais) e falar sempre com o bebê, desde a gestação, e nomear objetos e sons. Aproveitar o momento do banho para nomear as partes do corpo, citar os nomes das pessoas presentes e chamar a criança somente pelo nome num primeiro momento (evitando apelidos para que ela assimile seu nome) foram algumas dicas que a fonoaudióloga transmitiu aos pais.
 
 
A segunda palestra foi com a psicomotricista Évelyn de Paula Pereira abordando a importância do vínculo materno/paterno no desenvolvimento do bebê. Évelyn falou sobre o engatinhar e de como é fundamental não pular etapas do aprendizado, da relação motora com o desfralde e de como brincar de maneira mais efetiva para o desenvolvimento motor da criança. Com objetos simples, encontrados com facilidade na rotina da casa, Évelyn apresentou exemplos de estímulos e de como perceber se algumas dificuldades são provenientes da insegurança dos pais ou da própria criança.
 
 
Na sequência tivemos a participação da nutricionista Adriana Stavro, que, de maneira simples e didática, falou sobre a importância da amamentação exclusiva até o 6º mês e de como a introdução alimentar deve ser feita para não gerar expectativas e frustrações desnecessárias para a família. O tamanho do estômago do bebê e suas necessidades nutricionais, o uso de sal, ovos, azeite, açúcares e orgânicos foram abordados, bem como o método BLW.
 
 
Finalizando o encontro, as coachs Renata Cintra e Lúcia Korkes falaram sobre os desafios da volta ao trabalho, apresentando dados e promovendo um debate sobre a inclusão das mães no mercado de trabalho e de como as escolhas são individuais. Encontrar a paz nas opções feitas facilita o caminho, embora os desafios surjam em todas as escolhas, sejam elas quais forem. Contar com a ajuda de um profissional de carreira torna o retorno ao trabalho, seja ele logo após a licença maternidade ou após a pausa de alguns anos, ciente de que cada escolha é ímpar, torna o processo mais tranquilo. 
 
 
Todos os profissionais reforçaram que cada criança é única e seu desenvolvimento deve ser respeitado como único também. Não comparar os filhos com outras crianças e não forçar precocemente o desenvolvimento delas, lidando com paciência e criatividade, são fundamentais para um aprendizado prazeroso para toda a família.
 
 
O objetivo dos cursos da Somos Mães (Gestantes e Desenvolvimento Infantil) é orientar os casais e novas famílias sobre os reais desafios da maternidade – e paternidade -, trazendo informações atualizadas, científicas e profundas sobre temas repletos de tabus e mitos. Nossa missão é embasar o instinto, de maneira que o natural não seja visto com estranhamento e nem com preconceitos. 
 
 
Viver a chegada do filho e ampliar a convivência amorosa requer, além do imenso sentimento, uma dedicação “braçal”: ensinamentos repetidos, exemplos, supervisão, atenção e, sobretudo, muita paciência, consciência e criatividade.
 
 
Agradecemos a todos os pais, profissionais e a acolhida da Baby Home, que recebeu todos os participantes – principalmente os bebês – em ambiente caloroso e uma deliciosa mesa de café.
 
 
Siga a Somos Mães no Instagram e no Facebook.
Somos Mãeshttps://somosmaes.com.br/
A Somos Mães é uma ONG e uma empresa do setor 2,5 que nasceu em agosto de 2014. Com o objetivo de informar e acolher, produz conteúdo que impacta diariamente mais de 300 mil pessoas. Tem dois projetos incentivados pela Lei Rouanet.

Leia mais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Siga nossas redes

220,950FãsCurtir
65,000SeguidoresSeguir
345InscritosInscrever
spot_img

Últimos posts

error: Content is protected !!